Follow by Email

Total de visualizações de página

quinta-feira, 5 de junho de 2014

de brinquedo

Era tarde que pequena crescia pra ser noite, pra ser dia.
Clarice abre o envelope a ela endereçado. Um aviso de como se portar quando das janelas abertas.
Um farol sobre os equívocos a sua volta, mágoas, invejas revolta!
Intriga dessas que se sente pelo azedume das palavras
pelos rodeios que disfarçam o sentido das frases. Dessas que nascem vítimas  da escuta espiã, silenciada, muda e pronta para o ataque.
Era alguém se aproximando com sinais inquietantes, com sentenças afiadas, arremessadas em sua direção. Bem que podia ser uma cobra de brinquedo.