Follow by Email

Total de visualizações de página

domingo, 3 de setembro de 2017

aurora boreal

Minha aurora boreal...
a busca do recomeço...
constatação do engano...
da surdez...do sonambulismo que alterou minha rota e me fez perder-me da margem...roubou-me o ar...afogando-me num tsunami de saliva ácida  e salgada a sufocar-me artérias e canais...a sacudir-me truculento num  grunhido feroz arrastado de minha garganta...pedido de socorro a mim mesma antes que a porta se feche deixando presa do lado de fora...sem chão...sem clarão ou luar.

Começar de novo...pegar-me pela mão...só contar comigo...porque já sei o caminho....reconheço as curvas, as pedras, a cova e a cruz. Conheço cada engano e seu gosto amargo...cada sonho e seu fantasma agourento...cada uma de mim a me atirar confiante num abismo de meus dias...agora sim... sinto... vejo...minha aurora boreal!!!