Follow by Email

Total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de julho de 2010

O espaço na lápide

 
Passagens
Viagens
Bagagens
Embarques
Percursos
Pernoites
Paragens
Chegadas
Partidas
Registros da vida
Quero um espaço com pauta em minha lápide
Não preciso de lugar para o efêmero corpo e seus adornos
Nem de flores condenadas 
Mas não abro mão de um bom espaço em minha lápide
Não faço questão de benzimentos e missas
De palavrórios que ecoam e se perdem na despedida
Mas eu preciso  de boas letras  em minha lápide
Quero que ela seja banhada nas noites pela lua
E que fale num texto eloquente
Do amor que tive pela vida
De minha viagem que não termina
Como bom viajante que traz na bagagem
Mapa, bússola  e um plano de resgate
Da existência em processo e evoluida
... ... ... ... ...
De malas prontas, outra vez

Novos projetos na bagagem
Outros amigos e amor talvez
De malas prontas, outra vez
Levo comigo os troféus
Frutos de aprendizagem
De outros percursos meus
De malas prontas, outra vez
Pronto para embarcar
Novos sonhos realizar
E dificuldades superar
Os defeitos já resolvidos
São conquistas a considerar
A todo viajante evoluído

Nenhum comentário:

Postar um comentário