Follow by Email

Total de visualizações de página

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Manacá


manacá da serra...florada 2011.- foto Suê.
Longe de fazer do seu florescer uma rotina...meu manacá floriu novamente...Como faz desde menino ainda pequeno encheu-se de flores rosa, lilás e quase branco...Comigo a quase dez anos...já um jovem adulto...no início deste ano...numa cesso de crescimento exuberante atingiu alturas que colocavam em risco o telhado da casa...ponto inatingível por minhas mãos que sempre cuidaram de sua poda...Numa atitude necessária...irracional...chamamos um jardineiro para cortar a parte alta...fiquei acompanhando de perto a operação...o uso de uma serra manual foi fracassado e uma lasca enorme sangrou o tronco principal...senti no estômago a dor daquele tosco movimento e conseqüências...o arrependimento veio a galope...olhei pro telhado e perguntei a ele...feliz agora...não corre mais risco...e nem vida vc tem...é de barro...me fez cometer essa tolice...Fiquei ali por um tempo estática...predadora...homicida...Olhei pra ele pedindo perdão e o vi todo sem graça com sua copa mais agressiva no carregamento das flores na época da florada...decepado...traído...envergonhado. Fiquei pensando...com certeza neste ano e nos próximos ele não vai florir...não me dará tão logo essa alegria...se limitará ao verde...sem suas lindas e matizadas flores...É o que eu faria...em seu lugar... Mas como as árvores são sábias e não existem para nos agradar e sim para cumprir sua finalidade vital...ele floriu...está lá agora arrebentando botões sem parar...e então sinto crescer minha inferioridade...e o temor por não merecer essa preciosidade que habita meu jardim...sempre fiel ao seu florescer...ainda que o meu se limite tão parcamente a admirá-lo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário