Follow by Email

Total de visualizações de página

sábado, 8 de outubro de 2011

Surpreendente formalidade

Faltavam 40 minutos pra ela entrar na sala de defesa... a candidata ao título de longe a olha insegura...nos últimos dois dias ela desconstruiu os 5 capítulos de teorização e análises de dados captados pelo olhar daquela principiante  investigadora científica...4 anos de estudos e de pesquisa...dentro de instantes iniciam a árdua tarefa de apontar falhas técnicas, objetivas, abstratas, cognitivas, estéticas da escrita! Seu mestre...  o mesmo amigo de tempos de pesquisas em noites de tempestade, errando caminho, procurando a verdade... hoje ela é júri de seu trabalho e orientação...ele que se lhe mostra meio cansado...doce e sensível conservado...ainda é carnívoro como nos tempos idos...quando debatiam sobre a natureza humana e a antropofagia....discussão teórica que acabava em poesia...um tapa suave nas costas, um sorriso torto e amigo...ninguém convencia ninguém... tudo prosseguia igual...ela vegetal ele animal...reinos opostos...teoria igual...Ela se mantem impaciente enquanto aguarda, remexe na memória recente... de um outro amigo mais presente e dele uma palavra que ganhou  naquela manhã, quando lhe pediu uma  farta em vogal ... distraia-se  tirando-se dali por meio da palavra... escapulindo do rigor que antecede o julgamento a arguição preparada para apontar erros...fica a repetir brincando com apalvra que ganhara, seus os sons  consoantes preguiçosas se dando as mãos pra  assegurar dominação pela quantidade:  cinco vogais de uma só vez...oito consoantes confirmam hegemonia se juntam cantando aos ouvidos, mexendo com ela, provocando a inspiração vinda pelo vento da manhã direto ao acervo da invenção que não escolhe o final da defesa pra se codificar...SURPREENDENTE!!! Antes mesmo de iniciar os trabalhos  ela ainda revê arquivos relê poemas que lhe mostram o lugar e o caminho...está ali mas não é ...Levanta a cabeça e vê a candidata se dirigindo a bancada, vão compor a mesa e ela ainda estava lá presa a esse  adjetivo surpreendentemente desdobrado em mais de cem mil sentidos que a deixam no limite entre estar ali e lá...nela mesma e na avaliadora, na poesia e no rigor do exame sem surpresas...sabendo já os resultados...as recomendações e seus recados...pura formalidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário