Follow by Email

Total de visualizações de página

domingo, 30 de outubro de 2011

Palavras férteis

Era um torneio literário do qual ela participava pela primeira vez. Fora convidada por uma amiga que fazia parte da organização... esse pessoal das linguagens e da comunicação que inventam artimanhas pra provocar a inspiração nos escritores doentes da paixão pela escrita...ela se incluía entre eles. Propunham o seguinte imaginário: Diante da decisão de partir, a pessoa amada receosa de ver seu lugar ocupado por outra ideia, que não a que inspirava ela o seu poeta, estabelece, na hora da despedida, uma regra a ser cumprida após sua partida. Entrega ao poeta um formulário com 14 palavras desconexas em seus significados, porém, dotadas de musicalidade orquestrada pelas vogais nelas predominantes...espalhadas. Eram cinco tarefas todas  endereçadas a temas que deveriam incluir conjuntos de palavras. Assim: Escreva um texto usando três das palavras da lista, ou,um texto divertido, brincante com duas delas; um endereçado a uma figura da nobreza imperial uma Princesa com uma delas... e assim por diante...Prazo: 48 horas para produzir e publicar num blog anônimo na Internet...Ficou extasiada com a ideia, pois há muito não experimentava tal sensação...sentiu-se novamente nos bancos escolares, aulas de redação, desafios e competição...vivera intensamente esse tipo de sedução...tinha um amigo com quem lutava uma luta de criar palavras com significados e toques de poesia...Agora vinha essa ideia ainda mais picante e criativa. Saiu com sua lista olhando pra cada uma das palavras. Imediatamente uma a uma ia se alojando em seu pensamento...desacomodando os espaços, compondo significados...Não teve mais um minuto de sossego, mal podia esperar...e então burlou secretamente as regras...abriu um arquivo clandestino e iniciou seu processo criativo...em menos de uma hora o primeiro texto se fazia...mas teve que esperar...ficou brincando com as demais propostas iniciando todas elas ao mesmo tempo...Encontrou-se com a amiga que a convidara participar e ficava ameaçando falar o texto que ainda não devia se mostrar...instigava, rodeava até ria de alegria e outra não entendia, não tinha como...Chegou a hora combinada...foi dada a largada oficial...E então, se entrega total à produção literal, percebe que algo forte vai engendrando seu ser...as palavras vão seduzindo, excitantes e desejosas de ser texto, e ele poeta escritor apaixonado pela escrita e pela musa inspiradora que o incita, embriagado qual dependente da poesia pra respirar a própria vida, fica a engravidar-se de cada palavra na gestação de um texto pra cada uma da lista. Em 48 horas gestação e 5 partos todos naturais, resultantes da fecundação das palavras e da fertilidade do poeta. Foi comprovada a hipótese: sua amada voltou e ele ainda estava lá com ela no pensamento e as 14 palavras que o aprisionaram no tempo. Durante toda a sua ausência que não se confirmou pois, pra ele ela jamais se afastou...estava nele em cada uma das palavras férteis de significados...gestadas pra ser texto publicadas. Férteis palavras férteis. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário