Follow by Email

Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Azul turquesa


foto Suê 2011
O trabalho intenso da noite anterior acabara com as tintas de maior uso na tela que ganhava sinais de finalização. Faltavam várias delas na paleta de cores. A tarde caia e a noite não podia chegar sem elas tintas e pincéis faltantes. Não teve dúvidas, retocou o batom...pegou a carteira, chaves, documentos, garrafa de água e rumou para o centro da cidade...casa dos artistas...abastecer seu estojo desfalcado. A tarde estava linda...ao chegar foi direto no setor das bisnagas de mil cores que a deixam embriagada de inspiração para pintar...ao chegar teve de esperar a pessoa que estava diante da prateleira impedindo-a de se aproximar e escolher...Ele olhou pra ela rapidamente depois para as tintas...de súbito olhou novamente e parou o olhar sobre ela inteira e sobre seu rosto e ficou assim...Ela então para fazer alguma coisa, o cumprimentou olhando para as tintas que ele tinha escolhido dizendo: são pra você? Ele não respondeu e continuou encarando. Era lindo... uns cinqüenta e qualquer coisa, alto, moreno, cabelos bem curtos, barba cerrada, calça jeans e uma camisa pólo, meio sujo, meio limpo, dava pra imaginar o cheiro...preferiu não imaginar...Ele recuou dando um espaço pra ela que foi direto nas cores que precisava...ele a olhava e tornava a pegar outras bisnagas, as mesmas que ela escolhia...De repente num gesto espontâneo ela diz...olha essa cor está com nome errado...ele diz: é azul turquesa...ela diz... não...não é...essa é azul cobalto, turquesa é mais claro...Ele macho demais diz: vou ver...e abriu a bisnaga (coisa que não se faz) com a força das mãos acabou espirrando tinta entre os dedos...ficou sem graça e disse pra ela...A culpa foi sua! E ela diz...minha? Eu só disse que o nome estava errado... se você quer o azul turquesa leve este que apesar de outro nome é a cor mais próxima do turquesa...Ele novamente com ar de macho mas sedutor...disse vou levar este mesmo! Ela não contém o riso e diz...tudo bem se for pra você, mas se foi alguém que pediu pra comprar...vai ser uma decepção...eu sei o que é isso! Então ele diz... vou levar este mesmo...e ela retruca...tudo bem está comprando um nome e não uma cor...Irritado ele diz: Estou comprando a cor! Azul turquesa! Ta aqui ó! Nossa... ela fala...Então ele sorriu deliciosamente e disse a ela...vou indo...prazer...fique bem, sei que vai pintar a noite inteira...está com cara...Ela ficou muda. Foi para o caixa e de longe ele ainda olhava pra ela meio sorrindo meio truculento... Como a tarde estava sem pressa e ela também, entrou no bar próximo pra tomar um suco de melão com hortelã e lá... no burburinho da sexta feira que promete uma noite linda por inteira... ela sente um olhar sobre seus ombros e volta-se...era ele! Com os dedos ainda sujos da tinta de nome azul turquesa, mas de cor azul cobalto...segurando copo de cerveja...olha pra ela, olha os dedos sujos de tinta e falou labialmente...culpa sua! E a noite de sexta feira foi longa...ocupou a tela inteira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário