Follow by Email

Total de visualizações de página

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Néctar dos deuses

Damasco com castanha!
Cores e textura se atritam se misturam líquidas, pasta de energia calórica, telúrica, onírica...Porta de entrada cantantes versos...soníferas palavras rimas ofegantes...damasco e castanha... estimulante tremor dos extremos... soltos, perdidos, languidos, sem forças, quase desfalecidos para o abraço...mas cheios de calorias do damasco, mastigado em dueto, deglutido em soneto...Coração energizado pra mais um começo, corpo sedento, portas semi abertas ao vento que sopra longe e afugenta o impedimento e toca as cortinas...seda pura...leve...transparente...desnuda a fantasia...expulsa do pensamento qualquer invento e chama a realidade nua, pura, testemunhada pelo damasco macio e doce alimento...A noite termina o dia anuncia mais um...no saco de damasco, remexido... rascunhos de uma história sensual que envolve a castanha e sela um pacto, nutre a alma do mais sutil e suave nectar... dos deuses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário