Follow by Email

Total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Cracóvia

Te vejo outra vez Brno caminho de Viena para Cracóvia, na Polônia...Converso com a história dessa cidade identificada como invencível... destruída por duas vezes...arrasada total...De 1700 a 1792 as guerras e invasões a levaram ao chão desaparecendo pra ressurgir e desaparecer de novo.
Cracóvia cidade fenix,  palco da dor que sofre e que causa...lugar cedido para o horror de Auchwitz, museu da morte, restos da vida, objetos, vestimentas, imagens de corpos nus, almas perdidas, vítimas...último por do sol...Viajarei um dia todo pra ver o que já vi na literatura,cinema, dramaturgia, pintura...fato histórico rico e ainda insubstituível. Nem mesmo pelo 11 de setembro com toda a força do seu tempo midiático a supera...debate ideológico,político, religioso,sacrifício pensado... tecnologia da morte alvo de objetivos de guerra...morte em massa...rápida, 17 minutos e o exterminio de 400 pessoas reunidas nuas para um falso banho coletivo após um dia de trabalho e flagelo...de uma só vez...numa câmara de gás...incineração de corpos humanos...crianças, mulheres e homens...nos fornos gigantes que os reduzem a pó...nem mesmo lugar para ocupar no solo sobram deles... eficácia da produtividade na industria da morte em larga escala. O sacrifício entre animais da mesma espécie, conspiração de
idéias...manipulação de modelos de perfeição da raça e da espécie dominante movendo a insanidade de um homem e seus seguidores, lacaios, cumpridores e simpatizantes de mandos psicóticos. Em seu percurso civilizatório a humanidade anda pra frente e pra traz num ritmo contraditório que remete a sua insignificância desastrosa, crueldade,ódio e benevolência.
 Pra onde vou com essa história...quem vai ler...escolher essa tragédia em lugar das minhas alegres inveções de fantasia, nostalgia de cientista perdido no próprio invento envenenado de inspiração suspeita...dessa impotência diante das vitimas de Auchwitz pra os quais não há reinvenção da história...talvez retroceder, voltar, apagar a vergonha  e  pedir perdão antes de pecar o pecado da cobiça e do  poder de dominação...acho que é isso...
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário